Home > Notícias

Sucesso da transformação digital depende da interação CIO e CFO

Guilherme Borini

20/10/2017 às 13h09

líderes
Foto:

Colaboração estreita entre CIO e CFO é importante ou crítica para o sucesso comercial. Essa é a opinião de 96% dos entrevistados em uma pesquisa conduzida pela Dell EMC em parceria com a Forbes Insight, que, por outro lado, mostra que 89% dos executivos reconheçam que barreiras significativas impedem os líderes de TI e da área financeira de colaborar mais de perto na transformação de TI.

Entre os 500 executivos entrevistado, de diversos países - incluindo Brasil -, menos de 40% descrevem a colaboração como excelente. Na visão de CEOs (72%) e COOs (63%), a eficácia de colaboração entre os profissionais de finanças e tecnologia é considerada excelente, o que mostra uma visão deturpada sobre o processo em andamento em suas companhias.

O estudo mostra também que os problemas de colaboração são exacerbados por conflitos decorrentes de estruturas tradicionais na forma de reportar resultados e pela falta de novos incentivos destinados a promover uma cooperação mais estreita entre CIOs e CFOs. Os CFOs apontam problemas decorrentes da falta de conhecimentos comerciais entre os CIOs que geram prioridades conflitantes, embora os profissionais da área financeira reconheçam que sua visão sobre o papel dos CIOs nas empresas também estejam desatualizados.

Qual o caminho?

Mas afinal, como integrar efetivamente os objetivos das duas áreas? Os entrevistados apontam como caminhos a atualização da estruturas de geração de relatórios para abordar as funções em evolução dos CIOs, avaliar e recompensar o desempenho do CIO de acordo com os resultados dos negócios, avaliar os índices de ROI como parâmetros, além de definir e implantar marcos claros para monitorar o progresso de iniciativas de alto risco e transformar o departamento de TI em uma consultoria.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail