x

Publicidade

Remessas mundiais de dispositivos diminuirão 0,3% em 2017

Por Redação

em Dispositivos

28 jul 2017 5 meses atrás

O Gartner alerta que as remessas mundiais de dispositivos como PCs, tablets e smartphones deverão exceder 2,3 bilhões de unidades em 2017, declínio de 0,3% em relação a 2016. O mercado deve voltar a crescer em 2018, com aumento de 1,6% nas remessas.

“O crescimento de remessas do mercado de dispositivos está estável pela primeira vez em muitos anos”, afirma Ranjit Atwal, diretor de Pesquisas do Gartner.

Segundo ele, as remessas de PCs são ligeiramente mais baixas, enquanto as de smartphones estão um pouco maiores — levando a uma reconsideração da leve queda nas vendas da previsão anterior.

Declínio do mercado de PCs está diminuindo

As remessas de PCs devem cair 3% em 2017, mas a taxa de declínio é menor do que nos últimos anos, atenuada pela compra de substituição do Windows 10.

Os preços de componentes como memória DRAM e discos rígidos SSD continuam a aumentar. Isso cria turbulência para o mercado global de computadores e — em menor escala — para o de smartphones.

O impacto do preço dos componentes de PCs será reduzido para os compradores, já que os fabricantes absorvem parte do custo em suas margens, com receio de possível redução de sua participação em um mercado competitivo.

Remessas de smartphones têm crescimento

As remessas globais de smartphones crescerão 5% em 2017, atingindo aproximadamente 1,6 bilhão de unidades. Os gastos dos usuários finais continuam a mudar de telefones utilitários de baixo custo para smartphones “básicos” e “premium” com preços mais elevados.

O mercado de smartphones agora é mais dependente de novos dispositivos que oferecem algo diferente, uma vez que os usuários estão ampliando seus ciclos de compras e precisam ser atraídos para a substituição.

O mercado de smartphones “básicos” deverá registrar 686 milhões de remessas em 2017, aumento de 6,8% em relação a 2016. “Os consumidores já aceitam maior valor agregado pela alta capacidade dos aparelhos básicos em comparação com os dispositivos utilitários de baixo custo. Portanto, os preços médios de venda dos smartphones de faixas média e alta continuam a crescer”, ressalta a Roberta Cozza, diretora de Pesquisas do Gartner.

Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Notícias por push

Ativar