COMUNIDADE
Agricultura representa 25% do faturamento do setor de drones

Agricultura representa 25% do faturamento do setor de drones

Com aumento de produtividade e corte nos custos, equipamentos têm se tornado aliados de produtores nas lavouras

O setor agropecuário já é responsável por 25% do faturamento global da indústria de drones, com valor estimado em US$ 127 bilhões. Os dados foram informados pelo diretor da MundoGeo – empresa promotora da principal feira de drones do País, a DroneShow -, Emerson Zanon, com base em dados da consultoria PwC.

Os drones têm desempenhado papel fundamento para aumentar produtividade e reduzido custos nas lavouras. A XMobots, uma das principais fabricantes do equipamento, informa que tem 80% de sua receita proveniente de vendas para o mercado agropecuário.

Thatiana Miloso, diretora comercial da XMobots, ressalta que o setor poderia estar deslanchando ainda mais, se não fosse a crise econômica. “Este ano vamos crescer menos ante anos anteriores, mas a receita com todos os setores deve aumentar de 55% a 60%”, disse, ao Broadcast Agro, sistema de notícias do agronegócio do Grupo Estado.

Outro beneficiado pela tecnologia é o produtor Diogo de Toledo Lara Neto, que utiliza drones há quase três anos em sua propriedade de 10 mil hectares em Juscimeira, região de Rondonópolis (MT).

Neto contrata serviços de uma empresa que realiza o sobrevoo sobre 4 mil hectares de soja, milho e algodão, em dois períodos da safra – no começo e no fim do plantio. O equipamento capta imagens que permitem conferir in loco quais áreas têm doenças ou pragas. Com o uso dos drones, o produtor calcula que os custos com fertilizantes, correção de solo e defensivos caíram 6%, enquanto a produtividade em alguns talhões aumentou 16% e pode chegar a 20%.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.