COMUNIDADE
Rede de fast food na China testa robô para sugerir menu a clientes

Rede de fast food na China testa robô para sugerir menu a clientes

KFC em Pequim implementa de maneira experimental sistema capaz de escanear rosto dos clientes para sugerir o que comer

O avanço da atuação de robôs baseados em inteligência artificial é iminente. E eles estão cada vez mais capazes de realizar interação com seres humanos. Na China, uma unidade da rede de fast-food KFC está testando uma tecnologia capaz de “escanear” o rosto dos clientes e, de acordo com os dados obtidos, sugerir um menu. Isso mesmo, o robô vai te ajudar a escolher o que comer.

O sistema está sendo operado de maneira experimental em Pequim, capital chinesa, e foi desenvolvido pelo gigante de tecnologia local Baidu, conhecido no país pelos serviços de busca na internet.

À agência EFE, o engenheiro Qiao Shi, do Baidu, explica que, quando um cliente entra no restaurante, o sistema pode, de acordo com seu rosto, adivinhar sua idade, se é homem ou mulher, e analisar sua personalidade: se é aberto ou tímido, por exemplo. Desta maneira, o robô pode recomendar um determinado menu para o cliente. Shi conta também que a companhia começou a desenvolver esta tecnologia há alguns  anos e que o KFC é a primeira rede de restaurantes a disponibilizar o serviço.

Este tipo de sistema já é utilizado em bancos e seguradoras da China para confirmar a identidade e obter informações dos clientes, como sexo, idade e outros parâmetros, mas sem o objetivo de oferecer produtos.

No KFC, em um dos primeiros testes, foi sugerido a um homem de 30 anos uma refeição econômica e de poucas calorias, com sopa ao invés de hambúrgueres. Já para uma menina de 20 anos, definida pela scanner como “apaixonada”, foi sugerido um cardápio muito mais calórico, com hambúrguer, asas de frango, refrigerante e até uma sobremesa. No entanto, cliente sempre tem a decisão final e pode escolher outras opções.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.