COMUNIDADE
Empresas estão mais criteriosas no uso de nuvem

Empresas estão mais criteriosas no uso de nuvem, aponta estudo

Pesquisa da CompTIA mostra que um número significativo de empresas ainda está aprendendo sobre conceitos em nuvem e realizando experimentos

Os investimentos em computação em nuvem seguem em alta, mas também estão se tornando mais refinados e criteriosos por parte das empresas. As conclusões são de um estudo da CompTIA, associação sem fins lucrativos para a indústria de tecnologia. Mais de 90% das companhias pesquisadas afirmam usar alguma forma de computação em nuvem. No entanto, mais empresas se colocam na categoria de uso não-crítico (38% em 2016 versus 27% em 2014), em vez da fase de produção completa (33% contra 42%).

Seth Robinson, diretor sênior de análise de tecnologia da CompTIA, afirma que um rápido olhar sobre esses dados pode levar à conclusão de que as empresas estão caminhando para trás. “A realidade é que o mercado de nuvem está sendo refinado à medida que os usuários ganham maior apreciação e compreensão do que a computação em nuvem envolve”.

O relatório revela que a maioria das empresas irá utilizar soluções em nuvem entre um e cinco anos. Apenas 6% afirmam ter usado soluções em nuvem há mais de cinco anos. Outros 23% das empresas têm utilizado a nuvem por menos de um ano, o que, de acordo com Robinson, é um bom lembrete de que um número significativo de empresas ainda estão aprendendo sobre conceitos em nuvem e realizando experimentos, pilotos e migrações iniciais.

O Software-as-a-Service (SaaS) é o modelo de serviço mais utilizado (74% das empresas pesquisadas), embora Infraestrutura como Serviço (42% atualmente) possa se tornar o modelo de crescimento mais rápido nos próximos anos. A Plataforma como Serviço (33%) também crescerá à medida que as empresas se tornem mais sofisticadas com sua abordagem de desenvolvimento.

O corte de custos voltou ao primeiro lugar na lista de benefícios da nuvem nas grandes empresas (500 ou mais funcionários). Empresas médias (100-499 empregados) e pequenas empresas (menos de 100 funcionários) estão mais interessadas em reduzir gastos de capital.

Os dados para o estudo Trends in Cloud Computing, da CompTIA, foram coletados por meio de uma pesquisa on-line de 500 executivos de TI e de negócios em uma variedade de indústrias. A pesquisa foi realizada em julho de 2016 e o relatório completo está disponível no site da associação.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.