Home > Notícias

Tentativas de fraude devem aumentar 30% durante as festas de fim de ano

Editorial IT Forum 365

24/11/2017 às 18h35

fraude
Foto:

Varejistas e consumidores já estão prontos para as festas de fim de ano. No entanto, de acordo com dados da ACI Worldwide, eles também precisam se preparar para um aumento esperado de 30% nas tentativas de fraude durante esse período, em comparação ao ano passado. Os dados são baseados nas centenas de milhares de transações de grandes varejistas que são analisadas constantemente pela plataforma da ACI e oferecem bons insights para que comerciantes e os consumidores saibam como se proteger contra a atividade fraudulenta nesta temporada de férias.

Entre as principais descobertas, estão:

- Aumento de 30% nas tentativas de fraude, especialmente em casos de:

- Roubo de identidade, a partir de crimes de violação de dados;

- Tomada de contas, por causa de ataques de phishing, ou seja, quando e-mails falsos de instituições financeiras levam os consumidores a digitar dados pessoais ou clicar em links suspeitos;

- Fraudes familiares, quando alguém próximo ao dono do cartão o utiliza para compras sem avisar e, quando o titular vê a cobrança e não a reconhece, pede o cancelamento desse valor;

- O ticket médio das compras fraudulentas por cartão de crédito deve aumentar de US$ 210 (cerca de R$ 693), em 2016, para US$ 215 (cerca de R$ 709) este ano;

- Se pensarmos nas compras de um modo geral – não apenas as fraudulentas – esse ticket passa a ser de US$ 130 (cerca de R$ 429) em 2017, em comparação a US$ 133 (cerca de R$ 439) em 2016;

As principais tendências de compras fraudulentas são:

- Eletrônicos e eletrodomésticos (como aspiradores e liquidificadores) continuam na mira dos criminosos;

- Os fraudadores gostam do imediatismo: eles compram on-line e retiram na loja ou pedem o frete expresso, com entrega no dia seguinte;

- A tendência em 2016, de adquirir itens de preços mais baixos, continua em 2017. Isso porque, nesses casos, há mais opções de frete expresso, além de muitas promoções;

- Nos Estados Unidos, o pico das tentativas de fraude deve ocorrer na Cyber Monday – a segunda-feira que sucede a Black Friday, com 17% mais compras do que na sexta-feira;

- O volume geral de compras – sejam elas reais ou fraudulentas – aumentou 14% entre janeiro e outubro de 2017 e o preço médio dessas aquisições cresceu 12%

- O valor médio das vendas cresceu menos porque, cada vez mais, os consumidores são atraídos por promoções, cupons e ofertas de frete grátis;

- O preço continua a ser um grande decisor para os consumidores e há uma enorme compressão de preços em andamento, especialmente nas compras on-line

“As tentativas de fraude têm aumentado a níveis alarmantes, por conta da combinação de crimes de roubo de identidade e tomada de contas, além da fraude familiar”, conta Erika Dietrich, diretora global de risco de pagamentos da ACI Worldwide. "Os fraudadores continuam com foco em eletrônicos e eletrodomésticos e preferem receber os itens o mais rápido possível. Por isso, é essencial que consumidores e varejistas se protejam durante a temporada de compras de fim de ano."

Dicas para evitar fraudes:

1. Compre em sites com boa reputação. Uma boa maneira de checar se o site é seguro é procurar pelo ícone do cadeado em seu navegador, na hora de digitar dados sensíveis;
2. Mantenha seu smartphone bloqueado e tenha senhas complexas, especialmente em portais de compra online;
3. Não use a mesma combinação de e-mail e senha em todos os seus cadastros. Se uma de suas contas for tomada por um fraudador, ele pode invadir todas as demais e o estrago será ainda maior;
4. Para famílias com crianças pequenas, vale ter uma senha ou proteção extra nas compras online, a fim de evitar fraudes familiares;
5. Não compartilhe dados financeiros por e-mail ou telefone. Faça isso apenas nos portais de instituições seguras e confiáveis;
6. Monitore seus gastos com cartões de débito e crédito. Tenha alertas automáticos, que avisam sempre que uma nova compra é feita com seu cartão.

Metodologia

Foram analisadas centenas de milhares de transações de cerca de 20 grandes varejistas que utilizam a plataforma ACI há, no mínimo, dois anos. Período analisado para realizar as estimativas: 1 de janeiro a 31 de outubro de 2016; e 1 de janeiro a 31 de outubro de 2017

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail