Home > Notícias

Transformação digital vai muito além da tecnologia

Durante o IT Forum 2018 tema veio à tona. Odontroprev mostrou como tem aplicado o conceito na prática

02/05/2018 às 9h02

Marcelo Galvão, CIO da Odontroprev
Foto:

Apesar de mais difundida, a transformação digital ainda causa dúvidas nos executivos. Segundo o estudo Antes da TI, a Estratégia, realizado pela IT Mídia em 2018, este é um tema que ainda demanda mais conhecimento para que se façam investimentos significativos em 42,7% das maiores empresas do País.

O tema, discutido no painel Trend Talks – Transformando Gigantes em digitais no IT Forum 2018, que aconteceu de 27 de abril a 1º de maio, reuniu Marcelo Galvão (foto), CIO da Odontoprev, e Sergio Lozinsky, sócio-fundador da Lozinsky Consultoria.

Segundo Lozinsky, o significado desse conceito não é unanimidade. Assim, a interpretação sobre o que é preciso fazer para ser digital pode causar prejuízos. Outro ponto importante diz respeito à arquitetura de sistemas existente, pois a dificuldade de implementação dos projetos digitais depende do que já existe instalado.

Transformação na prática

Para Galvão, transformação digital é mais abrangente do que automação de processos e adoção de novas tecnologias. Envolve uma mudança no modelo de trabalho e mesmo na cultura da empresa. O executivo destacou os principais momentos do projeto da Odontoprev, maior operadora de planos odontológicos da América Latina:

Objetivos

Os primeiros projetos tiveram como objetivo incrementar as vendas e o relacionamento com parceiros por meio de canais digitais. Os indicadores do processo, para todos os colaboradores, estavam diretamente ligados ao sucesso em vendas.

Esteiras digitais

A partir da parceria com a área de marketing, a TI criou “Esteiras Digitais”, formadas por equipes multidisciplinares apartadas das equipes existentes. Essas equipes empregaram metodologias Ágeis e Design Thinking para desenvolver protótipos e projetos em curto espaço de tempo, de forma altamente integrada e focada em objetivos comuns.

Pós-projeto

Após o projeto atingir os resultados esperados, sai da esteira digital e volta para as “esteiras comuns” da empresa. Os funcionários que foram alocados na “Esteira Digital” também voltam, agora responsáveis pelos produtos que criaram, o que garante a continuidade do projeto.

Resultados

Esse projeto possibilitou que MVPs fossem criados em curto espaço de tempo, testados no mercado e os resultados rapidamente alimentassem ajustes e mudanças nas próximas fases. Assim, as soluções estão sendo entregues de forma muito mais rápida que na esteira normal, e com ótimos resultados focados em indicadores de negócio.

Pontos de atenção

O executivo alertou para o fato de que existem alguns desafios na integração, desde a preparação dos colaboradores para atividades multidisciplinares (como visita a clientes), até questões ligadas ao retorno deles para suas antigas equipes. Tais pontos devem ser muito bem planejados para garantir o sucesso e perenidade dos projetos. Mais do que a simples adoção de tecnologias, foi a integração das áreas em uma nova forma de trabalhar que garantiu os bons resultados atingidos, afirmou ele.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail