Home > Notícias

Um quarto das empresas reduzirá incidentes de vazamento de dados em 33%

Tissiane Vicentin

11/02/2016 às 14h40

Um quarto das empresas reduzirá incidentes de vazamento de dados em 33%
Foto:

Um quarto das empresas irá reavaliar os privilégios de controle de acesso concedidos para funcionários e, até 2018, conseguirá reduzir incidentes com vazamento de dados em 33%. 
De acordo com Felix Gaehtgens, diretor de pesquisa do Gartner, menos de 5% das organizações monitorava atividades privilegiadas em 2015. O restante, continuou o especialista, controla acesso e registros de quando, onde e por quem o acesso privilegiado foi realizado - mas isso na melhor das hipóteses. 
"Isso não é o que realmente é feito", afirmou. "A menos que as organizações controlem e revejam atividades privilegiadas, correm o risco de serem surpreendidos por ameaças internas, usuários mal-intencionados ou erros que provocam interrupções significativas."
Prevenir tanto violações quanto ataques internos tornou-se um dos principais motores para a adoção de soluções de gerenciamento de acesso privilegiado (PAM), além de conformidade e eficiência operacional. PAM é um conjunto de tecnologias desenvolvidas para ajudar organizações a lidar com problemas inerentes a contas privilegiadas.
"As organizações de TI estão sob crescente pressão regulatória para controlar o acesso a essas contas, que podem ser de gestão, do sistema ou de operações", disse Gaehtgens.
O Gartner recomenda que as operações de TI e líderes de segurança adotem abordagens de melhores práticas para a gestão eficaz e consciente dos riscos para esse quesito.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail