Home > Notícias

Unisys encerra 2018 com crescimento global de 3%

América Latina aumenta representação no faturamento mundial de 10% para 11%, registrando 19% de crescimento de receita no último ano

Editorial IT Forum 365

16/02/2019 às 18h09

Foto:

A Unisys Corporation anuncia os resultados financeiros anuais e do quarto trimestre fiscal de 2018. Resultado da estratégia de mercado assertiva, a receita da companhia cresceu 3% em relação ao ano anterior e em moeda constante para US$ 2,83 bilhões, marcando o primeiro ano completo de crescimento desde 2003. A receita ajustada non-GAAP subiu 80 pontos-base ano a ano para US $ 2,76 bilhões. No quarto trimestre, as receitas alcançaram US$ 760,9 milhões (moeda constante), com crescimento de 2,2% em relação ao mesmo período no ano anterior. A região da América Latina cresceu 19% em moeda constante (10% na comparação ano a ano) e representa 11% do faturamento mundial.

"Estamos satisfeitos por termos crescido a receita em 2018 pela primeira vez desde 2003. Nossos resultados foram impulsionados por nossa estratégia de go-to-market focada na indústria, usando a segurança como diferencial de nossas ofertas", comenta Peter A. Altabef, chairman, presidente e CEO da Unisys.

"Nossa experiência em transformação digital, modernização de infraestrutura e serviços gerenciados de digital workplace, que contribuiu para o nosso crescimento em 2018, está alinhada com a demanda contínua do mercado por esses serviços", conclui.

4º trimestre de 2018

• Receitas totais de US$ 760 milhões, representando crescimento de 2,2% comparado ao ano anterior;
• Fluxo de caixa operacional de US$ 151,3 milhões, contra US$ 202,7 milhões do ano anterior;
• Fluxo de caixa livre ajustado de US$ 123,8 milhões, contra US$ 207,4 milhões em 2017;
• Margem de lucro operacional foi de 9,5%, uma queda de 150 pontos-base ano após ano. A margem de lucro operacional non-GAAP foi de 11,9%, uma queda de 400 pontos-base ano após ano. Essas quedas de margem foram, em grande parte, devido a um cronograma de renovação de contratos de tecnologia mais leve, também foram impactadas por novos negócios em fase de implementação na divisão de serviços.
2018
• Receita total cresceu 3% ano a ano; receita ajustada total non-GAAP cresceu 80 pontos-base ano a ano;
• Receita de serviços cresceu 2,5% ano a ano; receita ajustada non-GAAP de serviços cresceu 2,1% ao ano;
• Backlog em serviços subiu 13% ano a ano para US$ 4,8 bilhões, é o segundo ano consecutivo de crescimento de backlog em fechamento de ano;
• Companhia alcançou ou superou a orientação de todas as métricas guiadas pelo terceiro ano consecutivo, desde que reorientou suas ofertas há três anos;
• Lucro líquido aumentou para US$ 75,5 milhões contra um prejuízo líquido de US$ 65,3 milhões em 2017; a margem do EBITDA ajustado expandiu para 15,3%, um aumento de 50 pontos base ano a ano;
• Lucro diluído por ação foi de US$ 1,30 versus um prejuízo diluído por ação de US$ 1,30 em 2017; lucro diluído por ação non-GAAP foi de US$ 1,95, contra US$ 2,49 em 2017 (queda ano a ano, impulsionada principalmente por benefícios fiscais excepcionalmente altos em 2017).

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail