Home > Notícias

Usuários subestimam ameaças cibernéticas

Guilherme Borini

28/09/2016 às 9h57

Usuários subestimam ameaças cibernéticas
Foto:

Ameaças virtuais parecem não assustar muito os usuários. Pelo menos é o que mostra o Índice de Segurança Cibernética, pesquisa realizada pela Kaspersky Lab, empresa especializada em cibersegurança. De acordo com os dados do estudo, realizado em agosto deste ano em 21 países, apenas uma em cada cinco pessoas (21%) acredita sofrer alguma ameaça on-line.

Ao mesmo tempo, quase um terço dos usuários (29%) já foi vítima de golpes de criminosos virtuais (por exemplo, 8% tiveram suas contas sequestradas e 22% tiveram seus dispositivos infectados por malware). Contudo, apenas 60% dos usuários instalaram soluções de segurança em todos os dispositivos que usam para acessar a Internet. No Brasil, é possível identificar que 62% da população se considera protegida, enquanto 41% se enquadra no perfil atacado.

Para a  Kaspersky Lab, os números mostram que, atualmente, muitos usuários subestimam as ameaças cibernéticas, mesmo depois de enfrentá-las, o que pode continuar afetando a segurança.

Andrei Mochola, chefe de negócios ao consumidor da companhia, explica que o estudo foi criado para chamar a atenção das pessoas, da mídia e dos fornecedores para o problema da segurança cibernética. “Acreditamos que, hoje em dia, muitos usuários não esperam se deparar com ameaças virtuais, por isso não instalam soluções de segurança em seus dispositivos e não têm qualquer cuidado quando estão on-line. Isso os torna alvos fáceis para os criminosos virtuais”, afirma o executivo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail