Home > Notícias

Varejo é alvo preferido de tentativas de fraudes

Déborah Oliveira

03/12/2015 às 8h15

Varejo é alvo preferido de tentativas de fraudes
Foto:

Enquanto se preparam para a temporada de compras de fim de ano, os varejistas e os consumidores também devem estar atentos ao aumento da ocorrência de fraudes on-line em todos os canais, de acordo com novos dados de referência da ACI Worldwide, baseados em centenas de milhões de transações de grandes varejistas mundiais.

O levantamento aponta aumento significativo nas tentativas de fraude de cartão não presente (CNP). As taxas de fraude aumentaram em 2015. Assim, uma em cada 86 transações foi uma tentativa fraudulenta contra 1 a cada 114 transações em 2014.

Além disso, as taxas de tentativa de fraude, em volume, aumentaram 30% em comparação com 2014, com os consumidores fazendo mais compras por meio de dispositivos on-line e com os emissores de cartões de créditos agindo de forma mais lenta para encerrar as contas após a atividade fraudulenta.

Em razão das recentes violações de dados e a contínua convergência para compras on-line, os varejistas não podem arriscar uma abordagem conservadora neste fim de ano as taxas de tentativa de fraude, por valor, aumentaram 33% em comparação com o mesmo período em 2014.

A pesquisa apontou ainda que o valor do tíquete médio (ATV) da fraude e as compras individuais realizadas por cartão de crédito de um varejista tiveram redução de US$ 9,00 ao longo do ano, indo de US$ 282 para US$ 273.

Como conclusão, o levantamento indicou que espera-se que as taxas de fraude para compras do tipo ‘compre on-line e retire na loja’ aumentem em 28% nesta temporada de fim de ano, como resultado da implementação dos chips EMV nos ambientes que usam o cartão-presente.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail